Conrad: por dentro do cassino mais propagandeado no Brasil e o maior de Punta del Este no Uruguay

Por 1:55 AM ,

Quando estive em Punta del Este, não tinha agito, o jeito for ir para o Conrad. Na verdade era uma das poucas opções para fazer algo em julho, época de baixíssima temporada. A cidade parece uma cidade litorânea fantasma. Cheio de prédios, casas e ninguém nelas, o que dizer nas ruas.

Mas o Conrad pareceu ser um local acolhedor. Bem ao lado do terminal de ônibus da cidade, dá para ir a pé. O Conrad é um cassino, hotel, teatro, tudo misturado, de maneira que há áreas em que você pode circular livremente.

E lembre-se, só vale a pena se for apostar uma graninha. É simples, você sobe essas escadarias aí e terá à sua esquerda o Cassino e à sua direta um café do cassino.

Entre no Cassino, como se já conhecesse o local e vá até o final, verá uns guiches, tipo esses de venda de ingressos. Troque dólares por fichas e pronto! Agora é escolher onde apostar e cruzar os dedos para ganhar algo. Como todos, eu ganhei e perdi, claro. Tem uma máquina que fica empurrando as moedinhas, viciante. Parece fácil, mas só se você apostar bastante.

Quem nunca jogou, vale a pena conhecer, mas segure a carteira, senão fica tudo lá.

Eu fiz um vídeo bem rápido do local, você verá que lá é cheio de máquinas, recomendo que você observe as pessoas jogando pra depois jogar. Outra dica é fazer um cartão do Conrad logo na entrada, é grátis. O interessante é que todas as máquinas aceitam o cartão é tipo uma milhagem, você usa em cada máquina que jogar e ela irá "milhando" o seu cartão.

No mais, aproveitem!

Você também poderá gostar de

0 comentários

Subscribe & Follow